GeForce GTX 690: por dentro da placa de vídeo mais poderosa do momento

A placa de vídeo mais poderosa que já foi produzida está chegando ao Brasil. Estamos falando da NVIDIA GeForce GTX 690, que promete resultados incríveis para qualquer gamer exigente e já está em pré-venda. Mas, para tanto poder, o preço pode ser um pouco salgado – a NVIDIA GeForce GTX 690 chega a custar o mesmo que uma moto popular de baixa cilindrada.

Na loja MegaMamute, que promete a entrega das placas a partir do dia 4 de junho, a NVIDIA GeForce GTX 690 está custando R$ 4.098 (com desconto de 5% no pagamento à vista, baixa para R$ 3.893).

NVIDIA GeForce GTX 690

  • CUDA Cores: 3.072;

  • Base clock: 915 MHz;

  • Boost clock: 1.019 MHz;

  • Memória: 4 GB GDDR5;

  • Interface da memória: 512-bits;

  • Velocidade de memória: 6 Gbps;

  • TDP: 300 W;

  • BUS Interface: PCI Express 3.0.

Apesar de ser uma monstruosidade em questão de velocidade, a nova placa também custa um absurdo. Será que ela realmente vale o que é cobrado? O que existe no interior desta maravilha do processamento gráfico?

 

A GTX 690 foi lançada oficialmente no dia 3 de maio e, na mesma data, diversos sites internacionais publicaram análises do produto. As comparações foram realizadas entre o novo modelo, configurações SLI de placas GTX 680, associações da Radeon HD 7970 em CrossFire e outros componentes de alto desempenho das gerações passadas.